quinta-feira, 30 de julho de 2009

Butterfly On a Wheel

Eu adoro The Mission e essa música em especial é uma âncora de bons momentos. É eterno!.. Butterfly On a Wheel ao vivo... é tudo de bom! E na Barra de Vídeo, veja alguns videoclips da banda.

Madame Sadala

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Estou certíssima que vocês irão gostar destes pensamentos da Lais Marques... Escorpiniana com a lua em câncer e ascendente em peixes (affff... emoção puraaaaaaaa!!!)
Compartilho da mesma idéia da Lais.... Adorei, quando estavamos falando sobre os relacionamentos, a espiritualidade e o quanto o ser humano (homem e mulher) estÁ perdido em relação ao seu papel. Tamanha confusão vai gerando confusão, uma mentira que puxa outra, um medo que puxa outro e assim vai.
Façam seus comentários... faremos mais enquetes a respeito, para que você participe.
Você compartilha de nossa idéia? É uma mulher Diamante e/ou um Homem Tocha?
Madame Sadala

O HOMEM TOCHA E A MULHER DIAMANTE


Por Lais B. Marques
Já na casa dos “enta”, carreira profissional que poderia ser considerada de sucesso, não sei se por opção ou falta de oportunidade, solteira, sempre fui mais observadora do que participante dos jogos das relações entre homens e mulheres. Era considerada uma mulher mais prática do que romântica e anunciava, orgulhosamente, ser de uma geração feminista, que dirige bem um carro e mal sabe fazer café. Mulher forte, economicamente independente, vivendo de maneira livre minha sexualidade, acreditava que tinha conquistado tudo que as mulheres de décadas passadas buscaram. Mas no meu íntimo, algo estava faltando. Onde estava meu “príncipe encantado”? Onde é que nessa estória dessa princesa tão bem resolvida podia haver espaço para o “herói” se ela já sabia se defender da bruxa malvada, lutar com os dragões e governar, sozinha, seu reino?

Certo dia uma situação inusitada me fez começar a refletir com novos olhos sobre os encontros e desencontros dos relacionamentos nos dias de hoje... Na busca pelas respostas, já havia passado por várias teorias, criadas ou lidas: a da “era dos descartáveis”, onde consumimos o que interessa e reciclamos o frasco que já não tem utilidade para nós; do stress, quando nos sujeitamos a tantas coisas que não toleramos nada de quem mais amamos; das “neuroses complementares” que criam as relações e mantém pessoas juntas enquanto se “alimentam mutuamente”; do sucesso das comédias românticas, onde os personagens têm coragem de fazer e dizer coisas que, na vida real, pouco nos permitimos; das almas gêmeas, onde existe uma única pessoa capaz de ser nosso complemento e portanto, é como procurar a lente de contato que caiu na pia; e principalmente, as de mesas de bar com as minhas amigas em noite de “confessionário”, como chamamos nossos encontros só de mulheres, independente de seu estado civil e quantidade de filhos, regadas a muita cerveja. Todas elas explicavam, me ajudavam a entender, mas não me ajudavam a “curar” as relações.

Um dia, participando de um ritual de um grupo espiritualista, uma cena me marcou de uma forma diferente, por sua força e sutileza. Caminhávamos num local escuro, no campo, e para nos ajudar, homens, postados aos pares a cada um ou dois metros, um de cada lado do caminho, empunhavam tochas acesas, iluminavam os buracos, nos orientavam nos desníveis, ofereciam a mão para enfrentarmos pequenos obstáculos e delineavam o caminho que deveríamos seguir. Nós, mulheres, aceitávamos de bom grado esta proteção e seguíamos por aquele corredor iluminado pelo fogo das tochas que eles seguravam, sentindo-nos seguras e importantes.

Uma sensação muito forte, quase uma emoção, tomou conta de mim. Acredito que até aquele dia, nunca havia me sentido tão feminina. Não importava a idade, altura ou porte físico, todos eles se tornavam grandes homens, fortes e poderosos, eram verdadeiros heróis, mesmo que fosse apenas por aquele momento. Enquanto isso, nós, mulheres, também sem importar a idade ou aparência física, nos tornávamos as jóias mais raras e preciosas, pessoas inspiradoras e merecedoras daquela atenção e carinho.

Naquele dia percebi que na busca pelo meu papel na sociedade, algo tinha se perdido em mim. Juntei as minhas reflexões com algumas conversas com amigos, teorias de energia feminina e masculina, Yin e Yang, revisei meus conceitos de feminismo e feminilidade, de machão e masculino, observei com outros olhos as relações, a realidade e a ficção; coloquei tudo em um caldeirão e dele surgiram as duas figuras sobre as quais comecei a refletir: o “HOMEM TOCHA” e a “MULHER DIAMANTE”. Seus nomes e trocadilhos maliciosos que permitem não são por um acaso... Estes seres que se complementam tão bem, se fazem em todos os sentidos: práticos, emocionais e sexuais.

Devo confessar que, tal qual a história do antigo testamento, o Homem Tocha nasceu primeiro, mas isso não por algum conceito machista ou religioso. Simplesmente foi mais fácil, por ser mulher, perceber primeiro as minhas expectativas em relação aos homens, idealizar o homem quase perfeito, para depois pensar que eles também tinham suas expectativas em relação às mulheres. Nas primeiras vezes que falei sobre o assunto, só o aspecto masculino aparecia. Aos poucos, fui notando que existiam amigas que tinham ao seu lado potenciais homens tochas e não percebiam isso. Nas brincadeiras, passaram a cobrar de seus companheiros aquele homem perfeito, sem olhar para si e suas próprias atitudes. Descobri que a teoria estava incompleta. Foi então que surgiu a Mulher Diamante, afinal, para que exista um deles numa relação, é preciso que exista também o outro, senão eles nem se reconhecem.

Vale a pena também esclarecer que os nomes “homem” e “mulher”, não devem definir o sexo das pessoas envolvidas. Acredito que casais homossexuais também tenham as mesmas buscas de complementação, ou mesmo que existam “casais invertidos” em que os papéis são trocados, mas não vou me estender nestes aspectos e nem me preocupar em definir para que “tipos” de casais ela pode ser válida. Vou simplesmente tratar como “homem” a energia masculina e como “mulher” a energia feminina, seja lá em que corpo ela estiver presente.

Sejam bem vindos, Homens Tochas e sejam bem vindas Mulheres Diamantes. Que minhas reflexões possam nos ajudar a encontrar o nosso verdadeiro EU e nosso COMPLEMENTO DIVINO. Que possamos dar um passo a mais para descobrir que ao nosso lado existem pessoas com potencial de nos complementar e para quem podemos fazer o mesmo, tornado nossas vidas mais “floridas”, afinal, dentro de cada um de nós estão: o HOMEM TOCHA ou a MULHER DIAMANTE.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Eu não podia deixar de ilustrar os beijos... e como diz o vídeo.. sem banalizar.. mas dando a devida importância a esta deliciosa prática!

Ahhhh... Procure beijar quem você gosta como se fosse a primeira vez. Reviva o momento da primeira vez.

Madame Sadala

Astrologia do Beijo - SIGNOS QUE FALTAVAM!

Para finalizar a questão dos beijos... postados todos que faltavam.. porque vou voltar a escrever umas coisas bem legais.. como A PERDA DO HOMEM TOCHA! - Por Lais Marques!..
Aguarde!
Com Carinho - Madame Sadala

Beijos das pessoas do signo Escorpião
Tenha gelo à mão, pode precisar. Esse beijo molhado, intenso, exigente e escandaloso - que é só uma pequena parte do repertório de sedução dos nativos deste signo - já é uma lenda. E pode surpreender-se com o estado em que vai ficar depois deste beijo devastador. Tudo porque o Escorpião, o mais intenso e persistente dos signos de Água, é um explorador nato. Ele estuda as pessoas. Isto inclui você, é claro. Daí aquela língua inquieta e impertinente que a faz imaginar se é só uma língua normal ou algosobrenatural, acima da sua compreensão... Aproveite! O prazer do beijo de um Escorpião não é para qualquer um. E, caso você sobreviva a este beijo sem se abalar, procure um terapeuta: Você está com problemas!!!

Beijos das pessoas do signo Sagitário
Vai beijar alguém deste signo? Se assim for, avance com todo cuidado e concentração. O beijo dessa gente que fala com as mãos e derruba objectos à sua passagem pode terminar os dois a rolar, violentamente, pelo chão. Até aí, tudo bem, se for isto mesmo que você quer. O problema é que o seu Sagitário corre o risco de se enrolar de tal maneira, que é possível que derrube estantes e leve algumas cadeiras à frente. Evite esses desastres amarrando sua presa. Prenda o seu amor sagitariano, diga para ele se calar e não se mover. Aí você vai poder curtir um beijo quente e empolgado,empenhado em agradar-lhe.

Beijos das pessoas do signo Capricórnio
Este signo de Terra não é como os outros. As pessoas nativas deste signo parecem quietinhas, tímidas, um pouco assexuadas... até você ficar a sós com elas. São beijos ardentes!...Os homens possuem uma pegada de mão na nuca "que é de desmaiaraaarrrr!!!!" Você pode ter oportunidade de comprovar o ditado que diz que as aparências enganam. O beijo dos nativos deste signo é contido, porém calculado: ele sabe onde quer chegar, ele sempre sabe. Portanto, não se iluda com aquele jeitinho sóbrio e super-educado: O Capricórnio não perde a sua oportunidade e encanta primeiro pelas palavras, pela sensatez, e quando você percebe... já está sendo beijada(o)... Portanto, ele não é lento. É oportuno, estratégico. Ah, e de preferência, deixe que ele ou ela tome a iniciativa ou, então, avise que vai avançar para o beijo. Faz parte do jogo de sedução ter um certo controle da situação, e nativos deste signo principalmente os de ascendente detestam ser apanhados de surpresa.

Beijos das pessoas do signo Aquário
Xhiiiii, é verdade que gosta de alguém de Aquário? Bom, vamos por partes: 1º essa gente maluca gosta de originalidade, o que inclui, é claro, o beijo... Portanto, escolha um cenário absurdo e aflitivo, se possível, algo como uma sala de espera do dentista, ou a porta de um metro se fechando. Ele ou ela vai adorar! 2º respeite a sua excentricidade. Se ele ou ela lhe disser que gostaria de ser beijado na dobra interna do joelho muito mais do que na boca, fazer o quê? Paixão é paixão! O beijo aquariano é assim: esquisito, surpreendente, bizarro, experimental, lúdico... eles adoram chocar. Depois de ter feito um estágio, beijando dobras de joelho, pupilas, narizes, omoplatas, talvez você conquiste um pouco de "normalidade" dessa gente excêntrica. Aí será a sua vez de dizer onde quer ser beijada(o). Mas só depois de ter experimentado novas e absurdas formas de beijar.

Beijos das pessoas do signo Peixes
Hã?!? Não se espante se ouvir isto da boca de um(a) nativo (a) deste signo - ao lhe propor um beijo... Por isto, faça a coisa certa: decida por ela ou ele ou vocês vão ficar contando estrelas a noite inteira. Não se deixe levar por estes distraídos, porque são tão escorregadios e indiferentes, que é melhor roubar um beijo e esperar um estalo do que contar com a iniciativa deles. Enquanto aqueles olhinhos assustados e incrédulos olham as estrelas, dê um beijinho como quem não quer nada, e ganhe em troca o beijo típico dos nativos deste signo. Ele é como você quer. E espera que a sua boca diga como quer o beijo. Depois molda-se a si, por compaixão ou mesmo por interesse. Aproveite esta doçura, mas tenha delicadeza: eles moldam-se à sua maneira de conduzir o beijo, mas certamente não ficarão cativos de um beijo que não transmita poesia ou romantismo

domingo, 26 de julho de 2009

Astrologia do Beijo (Caranguejo, Leão e Virgem)

Beijos das pessoas do signo Caranguejo

Ternos, carinhosos, protetores. Assim são os beijos "básicos" dos nativos do signo Caranguejo, que adoram carinho como poucos no Zodíaco. Mais passivos do que activos, eles preferem dar espaço para que lhe dite as "normas" do beijo. "Marias-vão-com-as-outras", no bom sentido, eles seguirão o seu modo de beijar. Porém, um aviso: nada de brutalidade com eles! Lembre-se, está lidando com um caranguejo, não com um Escorpião! Então, nada de mordidelas. Senão, seu caranguejinho pode correr apavorado... e gritar pela mãe!

Beijos das pessoas do signo Leão

Atenção, atenção: por favor, luzes aqui, que o Leão vai beijar!!! O grande amante (e exibicionista) do Zodíaco não sabe do que é que gosta mais: beijos cinematográficos ou o efeito de seus beijos cinematográficos. Mas, enquanto ele não decide, entre no espírito, e por favor não ria!!! Encare com coragem se ele ou ela resolver dar-lhe um daqueles beijos de dobrar a espinha, em pleno centro da cidade. E, claro, não pense sequer em dar beijinhos escondidos. Ele(a) quer é que toda a gente veja e comente e, obviamente, bata palmas calorosas depois! Mas, falando do beijo em si, enão do teatro em torno dele, um beijo leonino será sempre afetuoso, cheio de calor e intensidade. Os nativos deste signo querem ser inesquecíveis. Sobreviva a este beijo, se conseguir...

Beijos das pessoas do signo Virgem

Ai, por favor, nada de beijos melados! O nativo típico de Virgem dir-lhe-ia algo parecido se não fosse tímido demais. A verdade é que ele acha que a quantidade de germes presentes na saliva é um absurdo... Portanto, vá com calma se estiver de olho em algum nativo Virgem. Deixe os beijos eróticos, molhados, perturbadores para os momentos propícios, quando vocês estiverem bem escondidinhos. Eles morrem de vergonha de cenas públicas. E, por favor, respeite as etapas (o Virgem adora "fases", tudo muito documentado com mapas, gráficos, estatísticas). Contente-se com beijinhos no começo e deixe que ele lhe reserve aquele outro beijo para o melhor momento. Com toda aquela precisão cirúrgica que só os Virginianos(as) têm, podemos garantir que quem conseguiu percorrer as "fases" não se arrependeu no fim.

sábado, 25 de julho de 2009

Astrologia do Beijo

Olá Pessoal
Fiquei fora uns dias...meio sem tempo de "alimentar" o blog.. mas agora estou de volta! Nos próximos dias vamos falar dos tipos de beijos que cada signo pratica ao encontrar outra boca pronta para experienciar esta deliciosa troca.
Vou chamar de "Astrologia do Beijo" ou "Beijo Astrológico". Segue os 3 primeiros: áries, touro e gemêos.

" Beijos das pessoas do signo de Áries ou Carneiro.
Beijar alguém do signo de áries é mais ou menos como estar no meio de um terramoto: É muito comum encontrar aqui o BEIJOS CARROCEL (a lingua roda o tempo todo)...
você não sabe bem como aquilo começou e o que as suas pernas estão fazendo ali em cima enquanto os seus braços estão amarrados com os de outra pessoa. Enfim, Arianos(as) são arrojados(as) e basicamente, triplica a sua impaciência quando o assunto é romance. E se tiver o ascendente em Áries, o caso é ainda mais grave... Então, não se admire se for atacada(o) por uma boca ávida e como tanto fogo tem que ser apagado, não se admire também se o beijo terminar no que vem depois do beijo nos filmes americanos. Momentos tórridos garantidos!

Beijos das pessoas do signo Touro Cuidado!
Essa gente é calminha, meiguinha, fofinha... até chegar a altura de beijar! Touro, o signo mais sensual do Zodíaco, conhece tudo sobre sensações e sobre como provocá-las. O beijo taurino é sem pressa, ao estilo de quem pára e aprecia a paisagem... É mais um beijo de carinho do que de excitação, mas é aí que está a armadilha: depois você anseia por mais... Bom, era isto mesmo que o taurino queria!

Beijos das pessoas do signo Gémeos
As pessoas deste signo são umas borboletas. Pra começar, você pode encontrar pelo menos 3 tipos de beijos (o da pessoa e os dos gêmeos que acompanham esta pessoa). Os seus interesses e pensamentos, durante um beijo, podem oscilar entre uma piada alheia e a sua pessoa... No meio de tudo, os nativos Gémeos ainda podem aproveitar para brincar ou morder-lhe a língua durante o beijo. Enfim.. são beijos looooonnnngooooossssssssss e nem sempre só na boca!.... é difícil manter a concentração dessa gente cheia de artimanhas. Vai ser mais fácil "agarrá-lo(a)" pela conversa do que pelo beijo, já que os Gémeos adoram falar, mas na hora de agir pouco fazem...
Bem, alguém tem que tomar ainiciativa. Por isso não hesite em tomar as rédeas. Ele ou ela ainda tentará dizer, rir, em pleno beijo, algo que não seja o seu foco.... O bom é que são beijos cheios de criatividade!...

Madame Sadala


quinta-feira, 23 de julho de 2009

Esta semana estive "out".. mas aguarde!
Estou preparando alguns artigos super interessantes . Serão postados a partir de Sábado.
Um grande abraço!
Madame Sadala

quinta-feira, 16 de julho de 2009

A Cura e a Reconexão da Alma Gêmea


Mensagem do Arcanjo Uriel Canalizada por Jennifer Hoffman 24 de dezembro de 2008.


Os contratos da sua alma envolvem cura e conclusão, liberar existências de carma, através do perdão. Quando vocês se comprometem em uma experiência cujo propósito é proporcionar a cura, é com alguém com quem vocês possuem uma forte conexão de alma. Neste momento, isto é vivenciado entre os relacionamentos de chama gêmea, almas com quem vocês certa vez encarnaram e se separaram desde o começo dos tempos, com quem têm tentado se reunir através de muitas existências.

Uma vez vocês tomaram caminhos diversos e agora reconectaram-se para escolher: ficar juntos ou continuar em jornadas separadas. Vocês estão destinados a ficar juntos neste momento, mas a maneira como cada um escolhe, determina se haverá uma reconexão ou uma separação final.

Cada alma escolhe o percurso da sua jornada para a Luz. Algumas escolhem o trajeto mais curto, outras, um mais comprido. Com a sua chama gêmea, o desejo da sua alma pode ser produzir a cura e reconectar-se, mas a escolha dela pode ser diferente. E dentro desse processo, está a sua memória das muitas existências em que vocês se reuniram para criar esta oportunidade. Em cada existência, vocês se preparam para a sua reunião e para tornar disponível a cura e a reconexão, mas elas tomam outro caminho. Então, vocês prometem tentar novamente, em uma existência posterior. Sua jornada de cura está incompleta e exige mais existências, mais experiências e mais oportunidades para aceitar a cura e a reconexão. Podem se lembrar de existências em que vocês apresentaram essas oportunidades para reconectar-se em um nível de alma. Sua memória emocional recorda a dor e a decepção e a esperança de que a próxima existência seria diferente. Vocês criam toda oportunidade para permanecer juntos porque anseiam por uma realização emocional, que buscam em um nível humano, e a conclusão e a reconexão, que buscam em um nível de alma. Apesar de vocês acreditarem que a sua chama gêmea é a única que pode proporcionar a cura, vocês estão em uma vibração nova e podem convidar uma chama gêmea nova para compartilhar a jornada com vocês, liberando a outra para seguir o próprio caminho. Vocês tiveram muitas existências com as suas chamas gêmeas, todas elas foram oportunidades para a reconexão. Em cada uma dessas jornadas vocês fizeram promessas mútuas de retornar para concluir o ciclo, mas isso não significa que vocês serão reconectados e avançarão juntos.

Quando elevam as suas vibrações, vocês estão em um caminho novo para a Luz e para a totalidade. Sua chama gêmea pode reunir-se a vocês ou não. Vocês podem encontrar a totalidade emocional e espiritual em si mesmos, e criarem novos contratos de alma com a chama gêmea que combinar com a sua vibração.

Dêem-se a dádiva da cura e da conclusão, permitam que os demais terminem sua jornada de cura e se permitam encontrar a alegria e a realização que desejam com alguém que esteja disposto a compartilhar essa jornada com vocês.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Entrega é empenho, vontade, presença, aceitar desafios, investir em riscos, sonhar com uma vida melhor, acreditar na troca, é confiar no amor
Zelda Kirmann

Entrega (s.f. ação de entregar. transmissão, rendição)


Entregar (dicionário aurélio)
v.t. Passar às mãos de alguém. / Confiar. / Dar, restituir. / Denunciar, trair. / &151; V.pr. Render-se; submeter-se. / Dar-se, dedicar-se inteiramente: entregou-se de corpo e alma ao amor.

O ser humano anda muito medroso em se entregar; não só para o amor.. mas para tudo que faz. Falta comprometimento, paixão para dedicar a entrega em viver o amor por outra pessoa, por um trabalho, por um ideial... por qualquer coisa.
Que falta de motivação é essa??!
Ou será que são os motivos do passado que limitam as atitudes do agora?
A Entrega no amor, exige que um conheça o outro, que desvele dia após dia os gostos de cada um, as manias, os defeitos, as qualidades... Interessantemente que venho percebendo que as pessoas escondem esta bela complexidade, assumindo comportamentos que não são de sua personalidade, traçando um perfil falso.
Acredito que seja com medo da reprovação e da recusa.. mais que isso o MEDO DA ENTREGA e mais uma vez falhar.
Oras bolas.. como você vai saber se está tendo sucesso se não falhar?
Este medo é o pior... ele nos confunde... nos faz sofrer muito... muito mais do que se entregar e ver que não era nada daquilo!
Eu já me entreguei muito... eu, você e a torcida do conrinthinas inteirinha.. isso faz parte de nossa grandeza como ser humano.
Essa entrega foi aceita por mim antes de qualquer coisa e foi dela que adquiri conhecimento para lidar com outras entregas.
Depois disso.. teve um tempo que me entreguei para espiritualidade e depois para o trabalho e depois paa espiritualidade e depois resolvi que não ia mais me entregar pra nada!!
Sabe o que descobri???
A Vida sem entrega pessoal não é nada... Ela se torna cinza, turva... a vida sem a entrega pessoal é algo influenciado pela loja negra, porque é sombrio, amargo e está muito londe de ser harmonioso, leve, alegre... Ficamos doentes, mau-humorados, as prosperidade e abundância ficam escassas.
Aí surgem situações, pessoas, coisas que nos despertam para a entrega... e você se vê naquela situação.. é como pular de body jumping.. é seguro! mas e o medo?!
Caramba!! eu já me senti esse frio na barriga e no final me lasquei!! e agora??
E aí começa as dúvidas, as incertezas, o receio de perder algo que ja tem... o coração bate mais forte, você pensa na pessoa o tempo todo, pensa quer conversar, desabafar, falar sobre seu time do coração, falar mal de alguem que você precise, discutir um planejamento de vida... nossa!
Derrepente surge alguem numa super sintonia e surge junto aquele baita medão da entrega.. porque os outros foram tão ruins.. porque os outros e bla bla bla bla bla bla...
Mas de verdade... olha para trás.. olha para todos os outros relacionamentos e veja se eles foram iguais?
Olha pra trás e veja como você saiu fortalecido(a) deste relacionamento!
Olha pra trás e veja quanta coragem e que delicia que é se entregar para o desconhecido e descobrir que este é o verdadeiro sentido da vida.
Nós temos que fazer nossa parte dentro da Loja branca.. e nossa parte consiste em pensar, sentir e fazer a mesma coisa, ou seja pensar, sentir este pensamento e executar o pensamento.
Ficamos perdidos, desorientados e atordoados, quando pensamos, sentimos o que pensamos e fazemos exatamente o contrário.. isso não é honesto! (além de ser uma coisa burra!..pensa bem..)
Procure vibrar a justiça e o amor próprio por você... da mesma forma que você trás a tona o medo, aí dentro de você... está a coragem. Usufrua desta energia.

Renda-se!

Madame Sadala



domingo, 12 de julho de 2009

Vamos Prestar mais atenção?

Na medida que vou digitando o livro da Marisa Varela, por ser uma "re-leitura" acabo refletindo sobre o comportamento de homens e mulheres e começo a entender por que o ser humano causa tantos problemas para si, por que complica tudo?!...
o livro fala sobre o bem e o mau, sobre a arena que é o planeta: de um lado a loja branca e de outro a loja negra; fala sobre interesses que o lado negro - acima de tudo - tem sobre a degradação do gênero humano; seu discurso apregoa a plena satisfação dos sentidos e dos instintos; sua principal arma é o dinheiro, o poder monetário, a traição. Eu vou além.. acho que mais que o poder monetário é o poder da informação e desta forma controlar a massa, controlar o consciente coletivo da humanidade. O que tudo isso tem a ver com relacionamento?? TUDOOOO!!

Porque em teoria o ser humano pensa em algo e faz exatamente o contrário do que pensa.
A falta de coragem em assumir seus sentimentos é cada vez maior. Cada vez mais vemos pessoas perdidas, infelizes, sentindo-se culpadas, amam outras pessoas mas se traem em seus desejos, pois querem tanto ter "satisfação e prazer" que acabam percebendo que o verdadeiro prazer e satisfação, está em olhar nos olhos, uma conversa amiga, o entrelaçar de mãos, um abraço sincero, sentir a alma ...
Eu agradeço o mestre que está ao meu lado, me orientando ler novamente este livro e praticamente "re-escrever" e entregar a quem quiser... porque ficará bem claro onde nos torturamos..
Também ficará claro o que de fato é a arte da guerra... POr vezes é preciso ficar bem perto mesmo do inimigo, se infiltrar para alcançar seu objetivo maior. (mas este é um outro tema).

Este livro aborda inclusive dois pilares que deveriam sustentar a dignidade e os valores do homem e para muitos são as colunas do mal. O pior é que todos se apoiam nestas colunas, esquecendo seus valores e na grande maioria passando por cima de seus sentimentos mais profundos, porque viver estes sentimentos profundos podem não "satisfazer" o que a sociedade pede... ou pior.. pode não satisfazer a satisfação supérflua que você exige de você mesmo, dentro de padrões colocados na sua mente pelo inconsciente coletivo dominado por uma energia de padrões destruidores, e que vai corroendo seus instintos devargar.. assim como o ferrugem come o aço.
TODOS nós de alguma forma já nos deixamos contaminar por esta loja negra. Porque toda e qualquer dúvida, falta de coragem, mágoa ou sentimento menor, não é branco; não é divino; é para diminuir e destruir quem somos.
Somos seres capazes de sonhos lindos e de construir coisas maravilhosas, somos insignificantes diante do universo e também somos únicos, belos, cheios de sentimento.. não faz sentido fabricarmos pesadelos horríveis, sentimentos que machucam, entre tantas outras coisas.
Vamos prestar mais atenção no que fazemos?.
Vamos prestar mais atenção por que queremos tanto provar algo para alguém?
Vamos prestar mais atenção e entender pra que ter dinheiro para conquistar alguém?.
Vamos prestar mais atenção por que queremos dizer eu te amo e optamos pelo silêncio?
Vamos prestar mais atenção por que tanto medo?
Eu desejo que todos comecem a enxergar que é possível agir de forma consciente e de acordo com o que seu coração deseja. A Loja Branca ou Grande Fraternidade Branca fala no seu coração! Escute por favor.. e experiencie coisas maravilhosas!!!
Madame Sadala

sábado, 11 de julho de 2009

Intuição ou Obediência?!

A partir de hoje você poderá acompanhar a postagem do livro O RESGATE. Criei um blog só para isso... o livro publicado há 14 anos pela Editora Orion, escrito por Marisa Varela.
Outros títulos escritos por ela até são fáceis de encontrar, mas este é praticamente impossível. Este livro que leva o nome O RESGATE é a explicação e resposta para todas as perguntas e questões que trazemos. É para entender que resgate é este que já estamos presenciando, e o porque de tantas naves ditas extraterrestres sobrevoando o planeta Terra inteiro, é fundamental voltar ao passado e reconstituir o primeiro RESGATE empreendido pela loja Branca aqui na Terra, pois nessa história fica bem explicado o que é o Cristo e o que é o Anticristo; quem são os príncipes e as postetades desse mundo; como é que eles atravessando a "porta onde mora o mal", se instalaram no planeta e, a partir daí, passaram a controlar a consciência de muitos milhões de seres; a organização das Lojas Branca e Negra; a marcha das raças humanas; a questão do código gentético e da inclinação do eixo planetário; a extensão dos danos causados ao planeta pelo processo total de degeneração e o que se requer da humanidade para responder, adequadamente, ao Comando RESGATE! "AGORA TRATA-SE DA ULTIMA CHAMADA, POR ISSO ESTE LIVRO É TÃO IMPORTANTE!
Quem quiser participar e ajudar a colocar o livro no ar, basta se candidatar para "digitar" o original. Xerox é proibido! Marisa Varela e a Respectiva Editora Orion são impossíveis de serem achados... será que foram abduzidos? Então.. seguindo minha intuição ou quem sabe é um dos irmãos interplanetários emanando ordens atraves da mente?!.. nunca vamos saber...Tomei a decisão de dividir o exemplar que tenho com quem quiser ler,uma vez que emprestar livros e DVD´s é dureza....
Sabedoria e Discernimento sempre!
Madame Sadala
http://missaoorionoresgate.blogspot.com

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Um beijo roubado pode ser correspondido ou não...pode sufocar ou simplesmente desvendar um mistério que talvez nunca viesse à tona...
Um beijo roubado é o encontro de duas almas num momento em que a vontade de dizer algo em silêncio impera sobre o medo de sermos rejeitados.
Zelda K.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Quando nosso coração bate mais forte por alguém...


Lancei a enquete com o titulo acima porque quero entender o que acontece na cabeça das pessoas, quando o coração bate mais forte por alguém...
Em função de que complicamos tanto uma situação?
Que movimento é este dentro de nós?
Adoramos citar Vinicius de Moraes, Clarice Linspector, Mário Quintana, Raul Seixas, eeeeee??? Quer dizer que lá no fundo temos uma enorme vontade de expressar o que sentimos mas nos falta coragem?
A resposta da enquete que lancei, trouxe 47% dos votos a favor de deixar fluir.. ir descobrindo devagar o que acontece dentro de nós e com o outro. Até aqui tudo bem..... somos complicadinhos mesmo e além de nossos sentimentos precisamos lidar com mais esse...
Mas o que não dá para "engolir" é que 29% das pessoas que participaram, acreditam que tem que ficar ESPERANDO o movimento do outro como se fosse UM JOGO e 11% acreditam que é tudo muito incerto, tem medo de levar um fora e prefere esperar "algo mais". Ou seja, 40% dos participantes não arriscam, ou se arriscam preferem JOGAR, desconsiderando que quando existe um jogo alguém ganha e alguém perde...
Apenas 13% dos participantes curtem a vida como deve ser... e se dividem entre as opiniões do Beijo roubado, falar logo de uma vez o que está sentindo e declarar para curtir este movimento.
Como Conselheira e uma imediatista nata, eu penso que a vida é curta demais para segurar emoções fortes e lindas como sentir algo por alguém e ficar "disfarçando" ou "observando" por receio de recusas.. o não você já tem!
Meu voto iria para Declarar o que sinto e Beijo roubado.. quer coisa mais gostosa que um beijo roubado???
Principalmente quando roubam teu beijo??!!!
Somos seres muito antigos, almas com milhares de anos e quando nosso coração bate mais forte por alguém, reencontramos alguém que teve um significado em algum momento de nossa linha do tempo. Aí a saudade bate e você sente dentro de você um sentimento forte, uma vontade de abraçar.. um frio na barriga... é a energia do reencontro.. Então vai lá!!!!
Se na nossa educação, tívessemos recebido o comando de arriscar e ir lá beijar e abraçar forte a pessoa que identificamos assim como é proibido fazer pum em público, seria contra suas regras pessoais não conhecer, beijar e viver intensamente o momento, concorda?
Você deixa de fazer um pum em público???
Então arrisque.. diga o que você sente.. não tenha receio do que o outro possa fazer ou interpretar.. tenha receio do que você pode gerar de negativo para você se não falar ou se posicionar sobre este sentimento.
No dia seguinte esta pessoa pode não estar mais com você, no planeta..
No dia seguinte esta pessoa pode sair de fininho e você nem perceber que perdeu alguém que você de fato admira, respeita, confia, sente cumplicidade... opa!.. ja falamos sobre isso.. isso é que é amor de verdade!... então que energia é essa??! que voce tem que esconder e perder tempo em não se posicionar??? Pense nisso e escolha arriscar!
Madame Sadala!


quinta-feira, 2 de julho de 2009

FELICIDADE REALISTA - Mário Quintana

A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.
Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema:
queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.
E quanto ao amor? Ahhhhhhh, o amor... não basta termos alguém com quem podemos
conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão.
Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista.
Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade.
Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.
Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado.

E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que
saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.
Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável.
Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno.
Olhe para o relógio: hora de acordar.
É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente.
A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio.
Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se!!
Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz.
Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

1º de Julho - A caminho do final do ano!


1º de julho..
2ª metade do ano de 2009... logo logo chegou a primavera e já estaremos com a preocupação de enfeitar nossas casas para o novo ano ou para mais um ano novo.
O que você fez de diferente até aqui?

Realizou seus sonhos?
Sabe o que quer?
Está deixando fluir aquele sentimento gostoso que você sente por aquela pessoa?
Está vivendo intensamente?
Está aprendendo com seus erros e com isso evoluindo e inovando?
Conseguiu se desprender daquela mágoa antiga?
Continua falando as mesmas coisas, com as mesmas críticas e opiniões, sobre as mesmas pessoas, coisas e situações?
Está construindo algo com quem você ama?
Que viagens curtas e longas você fez ou programou para os próximos meses ?
Se você não soube responder pelo menos três destas perguntas, você está com sérios problemas.. Eu arrisco dizer que você está quase vegetando!

A vida é mais do que ficar dentro do moinho "casa para o trabalho, para o boteco, para casa, para o final de semana de marasmo, para a TV, para o trabalho, para casa novamente"...
Você precisa compreender o ciclo vicioso que está e sair desta bolha... nem que seja para ir roubar uma flor no jardim do vizinho e levar para alguém que você admire muito. Se você admira, com certeza esta pessoa tambem vai admirar sua atitude e você receberá energia pura de realização para criar, inovar, construir, produzir e ser feliz!

Pense nisso!!

Madame Sadala de olho em você!